terça-feira, 12 de outubro de 2010

Hoje, só Mar!!


Mar - Amar - Somar - Amor 

O bem do mar

O pescador tem dois amor
Um bem na terra, um bem no mar
O pescador tem dois amor
Um bem na terra, um bem no mar.
O bem de terra é aquela que fica
Na beira da praia quando a gente sai
O bem de terra é aquela que chora
Mas faz que não chora quando a gente sai
O bem do mar é o mar, é o mar
Que carrega com a gente

Quem vem pra beira do mar

Quem vem pra beira do mar, ai
Nunca mais quer voltar, ai
Quem vem pra beira do mar, ai
Nunca mais quer voltar
Andei por andar, andei
E todo caminho deu no mar
Andei pelo mar, andei
Nas águas de Dona Janaína
A onda do mar leva
A onda do mar traz
Quem vem pra beira da praia, meu bem
Não volta nunca mais

Dorival Caymmi

Cantar e Cantar e Cantar com Caimmi a beleza e a magnitude do Mar é interpretar a vida e vivê-la de várias formas. É sentir a expressão de linguagens plurais que desaguam no horizonte de metáforas em que se vislumbram plenitude, pujança, diversidade, enfim, múltiplas representações, mitos ou concretudes de nossa existência.
Dentre as diversas comemorações de hoje, estão o Dia da Criança, o Dia de Nossa Senhora Aparecida e o Dia do Mar.  Tudo combina: fé, alegria, religiosidade, natureza, mar, vida, evolução da espécie... Poesia, Arte, Cultura...

"Grande é a poesia, a bondade e as danças...
Mas o melhor do mundo são as crianças,
Flores, música, o luar, e o sol, que peca
Só quando, em vez de criar, seca.
O mais que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças
Nem consta que tivesse biblioteca..." 
Fernando Pessoa


"O mar,
Quando quebra na praia,
É bonito, é bonito..."

O Mar 

de Cruz e Sousa

Que nostalgia vem das tuas vagas,
Ó velho mar, ó lutador oceano!
Tu de saudades íntimas alagas
O mais profundo coração humano.

Sim! Do teu choro enorme e soberano,
Do teu gemer nas desoladas plagas,
Sai o quer que é, rude sultão ufano,
Que abre nos peitos verdadeiras chagas.

Ó mar! ó mar! embora esse eletrismo,
Tu tens em ti o gérmen do lirismo,
És um poeta lírico demais.

E eu para rir com bom humor das tuas
Nevroses colossais, bastam-me as luas
Quando fazem luzir os seus metais.

Você sabia…
… que, de cada 10 seres vivos, 9 desenvolvem- se na água, especialmente nos oceanos


Água do mar corre nas veias  



“A água do mar e o sangue assemelham-se extraordinariamente”, escreveu o oceanógrafo americano William Cromie. O sangue contém os mesmos sais da água do mar, em proporções idênticas. Ou seja, o sangue não passa de água marinha transformada, já que todo ser vivo evoluiu a partir do mar.  


"Quando se pensa em recursos do mar, imediatamente se associam tais pensamentos com os produtos da pesca, tais como peixes, camarões, lagostas ou com os recursos de lazer como praias, mergulho, náutica; porém, as riquezas marinhas utilizáveis pelo homem são muito maiores.
Cerca de 71% da superfície da terra é coberta pelo mar e vários grupos animais são predominantemente ou exclusivamente marinhos. Portanto, o potencial genético marinho é inestimável e ainda inexplorado. As empresas de biotecnologia descobrem a cada ano vários elementos com potencial de uso industrial provenientes de organismos marinhos. Estes elementos podem ser utilizados na fabricação de tintas, filmes fotográficos, antibióticos, cervejas, xampus, moldes dentários, na lavoura e na ração animal, entre muitos outros. Além disso, a exploração de petróleo e de recursos minerais, a construção naval e a portuária, a pesca em áreas oceânicas, a maricultura e os serviços associados são importantes atividades geradoras de emprego, de serviços, de tecnologia e de produtos,  relevantes à economia nacional."
"... Depois pensemos, crianças adultas, que a vida
Passa e não fica, nada deixa e nunca regressa,
Vai para um mar muito longe, para o pé do Fado,
Mais longe que os deuses..."
 

 Mas o mar não é só poesia… O mar é também energia!

Proposta Educativa:
Versos, versos e versos para dizer o que sentimos
para viver a emoção
para crescer no pensamento
e voar na imaginação
Versos para falar de coisas sérias
para contar de produções
para conhecer
transformar
renovar...
Versos que te quero
muitos, tantos e
imensamente saciar minha vontade
de criar, de amar a vida
em todos os sentidos.
                                                                 Nayla 2010

Vamos aceitar o convite
de  Dorival Caymmi 
e deixar fluir nas veias e na alma a inspiração que vem do mar e escrever, narrar, contar, dialogar, acendendo em nós a luz da criação, da arte.

Versos escritos n’água

 Dorival Caymmi 

"Os poucos versos que aí vão,
Em lugar de outros é que os ponho.
Tu que me lês, deixo ao teu sonho
Imaginar como serão
Neles porás tua tristeza
Ou bem teu júbilo, e, talvez,
Lhes acharás, tu que me lês,
Alguma sombra de beleza...
Quem os ouviu não os amou.
Meus pobres versos comovidos!
Por isso fiquem esquecidos
Onde o mau vento os atirou."

2 comentários:

  1. Aguardo por poesias, textos, imagens, charges, enfim o que a brisa da Arte soprou em seus ouvidos e movimentou as suas mãos.
    Nayla

    ResponderExcluir
  2. Professora Nayla,
    quantas mensagens e poesias lindas se encontram aqui neste blog.

    Parabéns pelos diversos trabalhos pedagógicos informatizados, pela grandiosa criatividade e responsabilidade que a senhora assume com os seus alunos.

    ResponderExcluir